Museu do Humor Cearense

Sobre

MUSEU DO HUMOR CEARENSE

Um espaço pra você rir e se emocionar feito a peste!

O Teatro Chico Anysio localizado à Av. da Universidade, no Corredor Cultural do Benfica, em Fortaleza – CE, fundado em 1991, vem há 23 anos realizando atividades voltadas para o Humor: Espetáculos, Festivais, Exposições, Seminários e Encontros. Neste período o Teatro conseguiu juntar um acervo bastante interessante, principalmente de peças do maior humorista brasileiro: Chico Anysio.

Com o falecimento de Chico Anysio, no dia 23 de março de 2012, estas peças tornaram-se ainda mais valiosas, necessitando de um cuidado especial para melhor guardá-las e expô-las, atendendo a um projeto museológico.   Para isso foi inaugurado em abril de 2014 o Museu do Humor Cearense, que funciona no mesmo endereço do Teatro com uma vasta programação: Exposição, Vídeos e Shows de Humor. A programação de inauguração aconteceu nos finais de semanas de abril.

O Museu surgiu no sentido de contar o motivo do Ceará ser um Estado de Graça e dizer de onde vem nossa gaiatice, mostrando através de seu acervo como esta cultura se sustenta até os dias de hoje, e cada vez mais forte. O cearense é doido por humor. O turista tem grande curiosidade para saber como e porque somos este povo alegre. O MHC conta esta história.

O MHC tem em seu acervo mais de 2.000 livros específicos de Humor, na Biblioteca Professor Raimundo; peças doadas pelo humorista Chico Anysio, como Busto do artista em bronze; Troféu Imprensa, recebido das mãos de Silvio Santos em 1985, pelo melhor programa humorístico do ano; Troféu Prof. Raimundo, recebido por Chico em Maranguape; Urna das cinzas do artista, doada pela esposa do humorista em evento acontecido na Praça do Ferreira, dia 12 de Abril de 2012 (na comemoração do Dia do Humorista); Jaleco do Professor Raimundo; Maquina de Datilografia do artista; documentos oficiais sobre a criação do Dia do Humorista; matérias de jornais, cartazes e panfletos de shows, livros, CDs e Fitas Cassetes lançados pelos comediantes locais.

A Praça do Ferreira é um capítulo à parte da história do Ceará e está representada no Museu pela Coluna da Hora, o Bode Ioiô, o Cajueiro da Mentira, a Vaia ao Sol e os seus dois Bancos mais famosos: Banco da Opinião Pública e o Banco da Democracia.

No Museu ainda há: a Sala dos Troféus, Sala de Vídeo, Sala Cine Holliúdy e a  Budega do Riso. Neste espaço o visitante poderá tomar uma água de coco, um refresco, chupar um dim-dim e, adquirir CDs, DVDs, Livros e lembranças do Humor cearense. É a Lojinha do Museu.

“Agora, cearenses e turistas tem a oportunidade de, além de assistir a excelentes shows, conhecer a história do humor cabeça chata, pois no espaço está o que há de mais primoroso no nosso jeito de ser: a alegria e a cultura do riso de nosso povo”, diz em tom de comemoração o humorista Jader Soares (Zebrinha), diretor do MHC.

Funcionamento:

Horário: Terça a Domingo, das 09:00 as 19:00.
Ingressos: Inteira: R$ 12,00 e Meia: R$ 6,00.